Abrantes

Maria Helena Alho

Nasceu em Abrantes Bibliografia: ALHO, Maria Helena - País das maravilhas In Exposição - 100 anos de autores abrantinos

Maria José Chambel

Nasceu em Abrantes em 1937 Bibliografia: CHAMBEL, Maria José - Escrever na sombra In Exposição - 100 anos de autores abrantinos

Maria Lucília Moita

Maria Lucília Moita(1928 – 2011) S/ título, óleo s/ madeira 48 x 40 cm Maria Lucília Moita nasceu em Alcanena em 1928.De 1944 a 1946 teve lições com o pintor João Reis.Depois da primeira exposição individual na Sociedade Nacional de Belas Artes, em 1958, marcada pela pintura do seu mestre e dos pintores naturalistas da coleção Dr (...)

Maria Lucília Moita

Maria Lucília Moita nasceu em Alcanena em 1928 Embora longe dos grandes centros artísticos e culturais, teve meios para criar uma carreira artística, tornando-se numa personalidade cultural contemporânea e uma das pintoras mais conhecida e premiada. (...)

Maria Teresa Aparício

Nasceu em Abrantes em 1943. Tirou o Curso do Magistério Primário em Leiria É membro do Centro de Estudos de História Local de Abrantes, sendo diretora adjunta da revista Zahara. (...)

Mário Cordeiro

Mário Cordeiro (1950) Portugal – Brasil, Jogo de futebolTapeçaria - lã s/ tecido de linho, 2011, 110 x 73 cm Nasceu na freguesia de Santa Margarida, Constância, em 1950.Em 1952 veio para Abrantes, onde o pai exerceu durante 50 anos a profissão de encadernador.Em 1964 ganhou na Escola Secundária um Prémio Literário com um conto – O Contador de Histórias (...)

Mário Pissarra

Nasceu em Idanha-a-Nova a 16 de Maio de 1948 Em Outubro de 1973 toma posse como professor de Religião e Moral no antigo Liceu Nacional de Abrantes É coautor de manuais escolares e de uma proposta de programa de Filosofia para o Ensino Secundário e tem colaborações várias em revistas e colóquios no domínio da Filosofia e do ensino. (...)

Mário Rui Cordeiro

Nasceu em 1950, em Santa Margarida da Coutada, concelho de Constância Em 1971 exilou-se na Bélgica e França Escritor, poeta e pintor, fez diversas exposições em Abrantes, Sardoal, Tomar, Santarém e Lisboa. (...)

Mário Semedo

Nasceu em Abrantes em 1956 e faleceu em 2013. Teve uma carreira militar, dedicou-se ao jornalismo e à educação, tendo lecionado matemática durante vários anos. (...)

Matias Lopes Raposo

Nasceu em Mouriscas a 8 de novembro de 1891 e faleceu a 5 de maio de 1961. Foi professor do ensino primário, inicialmente em Rossio ao Sul do Tejo (1912) e depois em Mouriscas, até à sua aposentação (1947-48) (...)

Matilde Marçal

Matilde Marçal (1946) Elegias poéticas III óleo sobre tela, 130 x 89 cm Nasceu em Abrantes em 1946 Em 45 anos de atividade participou em múltiplas exposições coletivas no País e no Estrangeiro, das quais se destacam: Galeria Diário de Notícias, Lisboa (1971); V Bienal Internacional d ‘ Arte Ibiza, Espanha (1973); “Figuração – Hoje”, Sociedade Nacional de Belas-Artes (1975); “Gravura Portuguesa Contemporânea”, Centro Cultural da Fundação Calouste Gulbenkian, Paris, França (1975); “Gravura Portuguesa Contemporânea”, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (1978); Triennale Europeia d’ell Incisione, Grapo, Itália (1981); V Bienal Internacional de Bradford, Inglaterra (1982); III Bienal Europeia de Heidelberg, Alemanha (1982); VII Bienal Internacional de Gravura, Noruega (1984); “ Arte Portuguesa Contemporânea”, Jaditte Galleries, Nova York, USA (1987); European Large Format Print Making, Dublin, Irlanda (1991); ARTISTI SPA+A, Cá Pesaro, Museu d’Arte Moderna, Veneza (2009/2010). (...)

Maximino Chaves

Nasceu em Bornes, concelho de Vila Pouca de Aguiar Bibliografia: CHAVES, Maximino - Andanças, tribulações e reflexões em tempo de guerra: memórias de uma comissão de serviço em Moçambique: 1968 a 1971 (...)

Memorial da Forja

Me­mo­rial ao ar livre que mostra os uten­sí­lios uti­li­zados na forja da Me­ta­lúr­gica Du­arte Fer­reira, fa­zendo a re­cons­ti­tuição da ofi­cina de Edu­ardo Du­arte Fer­reira (...)

Metalúrgica Duarte Ferreira - O longo voo da borboleta

«Tenho que andar sempre depressa, homem!A minha estrada é muito comprida!».Eduardo Duarte Ferreira José Martinho Gaspar* Introdução No final da década de setenta do século XIX, Eduardo Duarte Ferreira iniciou em Tramagal um projecto empresarial que ganhou dimensão nacional e internacional, que fez um percurso de mais de 100 anos e que ficou conhecido como Metalúrgica Duarte Ferreira. O fenómeno Duarte Ferreira, pelos contornos que se lhe conhecem, torna-se particularmente curioso, tanto mais que, desde o seu início, parece fugir àquilo que a historiografia tem defendido para a indústria nascente na transição do século XIX para o século XX: as fábricas seriam criadas por famílias abastadas, de fortunas feitas, ou por estrangeiros que então se estabeleciam em Portugal1 . Ora, com este trabalho importa-nos saber, primeiro que tudo, como se iniciou o processo que desembocou na Metalúrgica Duarte Ferreira e, logo de seguida, como atingiu em poucos anos dimensões tão significativas (...)

Miguel Passarinho

Nasceu no Carvalhal em 1949 Bibliografia: PASSARINHO, Miguel - No coração de São Miguel PASSARINHO, Miguel; PASSARINHO, Gilda - Na rota do Nascente contra ventos e homens (...)

Mourões

Conjunto de 16 pegões assentes numa plataforma, designados hoje como “Mourões”, que se localizam na margem sul do rio Tejo e que se acreditava terem pertencido a uma ponte onde passava uma via romana que seguia até Mérida (...)

Museu D. Lopo de Almeida

Ins­ta­lado desde 1 de Junho de 1921 no corpo da Igreja de St.ª Maria, no Cas­telo de Abrantes, na al­tura ainda Quartel de Ar­ti­lharia Nº 8, foi o sexto museu a ser criado no país e tinha a abran­gente res­pon­sa­bi­li­dade da ca­te­goria de Museu Re­gi­onal (...)

Museu Metalúrgica Duarte Ferreira

Este é um museu que re­sulta do querer de uma po­pu­lação e da par­ceria entre a Câ­mara Mu­ni­cipal de Abrantes, a Junta de Fre­guesia de Tra­magal e o Grupo Di­o­rama (de­tentor do edi­fício do an­tigo Es­cri­tório Prin­cipal da fá­brica onde está im­plan­tado o museu e também de grande parte do seu es­pólio). O Museu Me­ta­lúr­gica Du­arte Fer­reira é inau­gu­rado a 01 de maio de 2017, com um in­ves­ti­mento de cerca de meio mi­lhão de euros, cuja com­po­nente do fundo co­mu­ni­tário do Proder re­pre­senta apenas uma pe­quena par­cela de cerca de no­venta mil euros. (...)

Nazaré Lobato

É natural de Abrantes Bibliografia: LOBATO, Nazaré - A professora dos olhos tristes LOBATO, Nazaré - Uma aventura na quinta dos malmequeres In Exposição - 100 anos de autores abrantinos (...)