Inaugurada a 6 de dezembro de 1997, como Biblioteca Fixa n.º 176 da Fundação Calouste Gulbenkian, na presença dos Doutores Vasco Graça Moura, Armando Fernandes e Ana Gaiaz quadros superiores daquela fundação, funcionou nas instalações do antigo Externato Rainha Santa Isabel até março de 2007. Nesse ano transitou para o edifício onde hoje se encontra, parte da Casa Grande ou Casa dos Almeidas, um edifício que remonta aos finais do século XVII ou inícios do XVIII e que faz parte do património cultural e arquitetónico da vila de Sardoal.

 

A 13 de novembro de 2002 passou a ser Biblioteca Municipal e herdou da Fundação Calouste Gulbenkian grande parte do seu acervo. Atualmente tem mais de mil leitores registados e cerca de 22.000 títulos disponíveis no catálogo online

 

 

Bibliografia: 

CÂMARA MUNICIPAL DE SARDOAL - Biblioteca [Em linha]. Sardoal: Câmara Municipal de Sardoal. [Consult. 24 Jan. 2018]. Disponível em WWW: <http://www.cm-sardoal.pt/index.php/pt/viver/cultura/biblioteca>. 

0
0
0
s2sdefault