O concelho de Sardoal, sendo um dos concelhos do Médio Tejo mais a norte do distrito de Santarém e no interior do País, faz fronteira a sul e a oeste com o concelho de Abrantes, a este com o concelho de Mação e a norte com o concelho de Vila de Rei. Pela sua localização geográfica encontra-se na confluência de três regiões distintas: Ribatejo, Alentejo e Beira Baixa, às quais foi buscar as raízes da sua identidade cultural. Pertence ao distrito de Santarém, integrando a NUT III Médio Tejo da NUT II da Região Centro.

Com cerca de 92 km2 e quase 4.000 habitantes, não é um concelho grande, mas é um concelho que possui um património histórico, arquitetónico, religioso e cultural muito rico. É constituído por quatro freguesias: Alcaravela, Santiago de Montalegre, Sardoal e Valhascos, tendo sido elevado a vila em 22 de setembro de 1531, por carta régia de D. João III.

A pouco mais de uma hora de Lisboa e a cerca de duas horas de Espanha, este é um concelho servido por excelentes acessos, nomeadamente através da Variante à EN2 que o liga à A23, à A1 e ao IC8. Em termos ferroviários pela Linha da Beira Baixa.

 

FONTES:

CÂMARA MUNICIPAL DE SARDOAL - Caracterização [em linha]. Sardoal: C.M. Sardoal [Consult. 22 jul. 2020]. Disponível em WWW: <URL:http://www.cm-sardoal.pt/index.php/pt/descobrir/caracterizacao>

IDEM – Localização [em linha]. Sardoal: C.M. Sardoal [Consult. 22 jul. 2020] Disponível em WWW: <URL:http://www.cm-sardoal.pt/index.php/pt/descobrir/localizacao

0
0
0
s2sdefault