A Reserva Natural do Paul do Boquilobo situa-se ao longo da fronteira dos concelhos de Torres Novas e da Golegã, na confluência dos rios Almonda e Tejo. É um local onde podemos encontrar uma amostra representativa de um ecossistema terrestre onde se conciliam a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento sustentável.
É considerada pela UNESCO, desde 1981, como Reserva Mundial da Biosfera, a primeira área protegida portuguesa a integrar esta Rede Mundial de Reservas da Biosfera.
Em 1996, ao abrigo da Convenção de Ramsar, foi também considerada uma Zona Húmida de Importância Internacional. Em 1999, e de acordo com a Diretiva n.º 2009/147/CE, devido à sua importância para a avifauna, é classificada como Zona de Proteção Especial.
Esta reserva é uma zona húmida, com uma fauna e flora muito ricas, destacando-se as colónias de garças e anatídeos ou os maciços de salgueiros, plantas aquáticas e caniçais.
As principais funções da reserva prendem-se com a conservação das paisagens, ecossistemas, espécies e variabilidade genética; contribuição para a sustentabilidade económica, sociocultural e ecológica e, por fim, o direcionamento da reserva para a investigação, monitorização, educação e troca de informação.

Coordenadas GPS: 39º24’29.0”N8º31’48.5”W


 «Torres Novas Inspiradescoberta – Guia digital 2013», Torres Novas: Município de Torres Novas, 2013
 Biosfera Paul do Boquilobo - http://www.pauldoboquilobo.pt
 Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas - http://www.icnf.pt
 Wikipédia – A Enciclopédia Livre - https://pt.wikipedia.org

0
0
0
s2sdefault