Existem na doçaria tradicional portuguesa diferentes receitas das famosas tigeladas, que variam consoante a região. As tigeladas à moda de Ferreira do Zêzere, no distrito de Santarém, são uma das mais afamadas receitas deste doce de origem conventual, que se popularizou por todo o país e que terá tido a sua origem no convento da Graça, em Abrantes.

Estes bolos devem o seu nome às tigelas de barro onde são cozidas.

Ingredientes:

  • 1 chávena (bem cheia) de farinha de trigo
  • 1 litro de leite
  • 4 ovos inteiros + 16 gemas
  • 500 g de açúcar
  • raspa de 1 limão

Confeção do modo Tradicional:

Ligue o forno a 220º C.

Bata muito bem (cerca de ½ hora à mão ou 10 minutos na batedeira elétrica) os ovos, as gemas e o açúcar com a raspa do limão, juntando a farinha a pouco e pouco. Note que, se bater os ingredientes à máquina, as tigeladas ficam mais rijas.

Adicione o leite e envolva bem.

Deite cuidadosamente o preparado em tigelas de barro não vidrado, bem quentes, tendo o cuidado de não as deixar demasiado cheias.

Leve as tigeladas a cozer, cerca de 25 minutos ou até estarem douradinhas.

Deixe arrefecer no forno com a porta entreaberta.

 

In: http://www.docesregionais.com/tigeladas-de-ferreira-do-zezere/

0
0
0
s2sdefault