Abrantes

 O EDIFÍCIO CARNEIRO UMA CASA COM HISTÓRIA

POR J É um dos edifícios públicos mais conhecidos e emblemáticos de Abrantes, pois já serviu (e serve ainda) diversos fins, alguns porventura esquecidos ou ignorados dos mais jovens (...)

“TI FILIPE”: o homem dos sete ofícios

POR TERESA APARÍCIO - Professora, membro do CEHLA Filipe Nunes, mais conhecido por “Ti Filipe”, é na verdade “um homem dos sete ofícios” e, se contarmos bem, terão sido até mais alguns, tantas e tão diversificadas foram as atividades que desenvolveu durante a sua já longa vida (...)

A Barragem de Castelo de Bode - E fez-se luz, há cinquenta anos...

Teresa Aparício* Castelo de Bode é nome que evoca velhas lendas há muito esquecidas ou ruínas arqueológicas que não se sabe se alguma vez existiram, mas, o que ao certo se sabe, é que desde há meio século se encontra associado a uma das mais importantes centrais hidro-eléctricas do país (...)

A Fotografia como Documento ou Facto Histórico

Carlos Vieira Dias* Vem a fotografia nos últimos anos a assumir um papel cada vez mais importante na feitura da História, antes como complemento iconográfico, agora já documento com valor intrínseco (...)

A INDÚSTRIA DA CAL NO CONCELHO DE ABRANTES

POR CÉLIA CORDA - Licenciada em História Moderna e Contemporânea. A indústria da cal neste concelho está em grande parte associada à autoestrada fluvial que Abrantes possuía: o Rio Tejo (...)

A Lenda de Abrantes

O Castelo de Abrantes foi conquistado aos Mouros por D In: "História de Abrantes aos quadradinhos”

A Lenda de Abrantes ou a história de Zahara

Álvaro Assunção (Ilustrações)* Pintor, professor na Escola de Artes Plásticas da Palha de Abrantes - Associação de Desenvolvimento Cultural Abrantes é uma localidade muito antiga (...)

A NEOCERÂMICA

POR ANA PAREDES MENDES - Socióloga do Trabalho Neste breve artigo não se pretende fazer história do que foi a indústria da cerâmica, ou tão pouco debruçarmo-nos numa leitura exaustiva sobre o seu aparecimento e desenvolvimento. (...)

Abrantes - 1916/2006 - 90 anos a ser Cidade

José Martinho Gaspar* A militância republicana e a promessaAbrantes foi elevada à categoria de cidade pela lei no O processo de elevaçãoCom o 5 de Outubro de 1910, logo surgiram os partidários republicanos locais a exigir que se cumprisse a promessa de transformar Abrantes em cidade (...)

Abrantes - Identificação de um Concelho

Evolução das fronteiras de ABRANTES ao longo dos tempos Particular referência a Sardoal e Constância Nos 125 anos do Foral de Abrantes As circunscrições ou comunidades municipais são hoje realidades basilares da nossa tessitura nacional, com uma estrutura identitária, forjada em valores diversos, ao longo de séculos de História, Factores históricos, geográficos, étnicos, religiosos, políticos, sociais, culturais, poderão ter estado na sua origem; mas, com a passagem do tempo, todos esses valores de per si se foram sedimentando num todo, numa complexa teia ou genealogia de interrelações, que hoje se pode caracterizar num modelo simbólico a que alguém recentemente chamou, com bastante propriedade, «uma Cultura concelhia — Cultura de vizinhança» 1 (...)

Abrantes - Viagem através de uma bibliografia

Eduardo CamposJosé Martinho Gaspar Seis números, seis concelhos: finalmente concluímos esta viagem em que demos a conhecer a bibliografia editada sobre a região que é alvo da atenção da Zahara (...)

Abrantes e o Tejo

  Ponte e Vista Geral do Rocio - Abrantes   Carlos Vieira Dias* Não vamos tratar da relação entre Abrantes e o Tejo na sua totalidade, mas somente aflorar essa ligação com algumas fotografias que nos mostram uma atividade perdida, o transporte fluvial. (...)

Abrantes Militar

Mário Semedo Entre factos, episódios e figuras, Abrantes, no que à questão(!) militar diz respeito - igualmente no plural - teve / tem um peso reduzido apesar da sua situação privilegiada em linhas de geografia física, à topografia ou a recursos considerados geoestratégicos. (...)

Abril em Maio - Protagonistas em Entrevista

"Foi uma alegria que ninguém saberá descrever Existiam, nesta região, importantes estruturas organizadas de oposição ao regime salazarista/ marcelista? Quais os momentos/acções mais marcantes da actividade oposicionista?Eurico Heitor Consciência: Não (...)

Abril em Maio - Também em Abrantes

José Martinho Gaspar (Texto)* Fernando Correia (Fotografias)** "Parece que foi ontem.. Eduardo Lourenço A frase de Eduardo Lourenço é uma bela porta para o corredor de memórias que nos leva à Primavera de 1974 (...)

ACADEMIA TUBUCIANA DE ABRANTES (1802)

ACADEMIA TUBUCIANA DE ABRANTES (1802) Por Paulo Falcão Tavares Instituição cultural, que promovia a economia e belas letras, fundada em 13 de Maio de 1802 na notável vila de Abrantes em Portugal, com protecção do Príncipe D (...)

Actor Taborda - O riso como forma de arte e vida

Ana Paula Agudo - Professora, membro do CEHLA. Há cerca de dois anos, no dia 8 de junho comemoraram-se os 500 anos do nascimento do Teatro português trazido à luz por Gil Vicente, com o que é hoje conhecido como o Monólogo do Vaqueiro (...)

Adélia Ruivo da Quinta

Nasceu em 1933 no Pego, localidade onde tem vivido toda a sua vida. Apenas com nove anos de idade, saiu da escola após ter feito o exame da terceira classe, mas o contacto com as pessoas, num pequeno comércio local, proporcionou-lhe experiências de vida bastante enriquecedoras (...)